Alveolite maxilar: causas,sintomas e tratamento

por jul 30, 2020Uncategorized13 Comentários

A alveolite maxilar se caracteriza pela infecção do alvéolo. O alvéolo é a estrutura inferior do osso do dente, onde é feito o seu encaixe.

Na grande maioria das vezes o problema é uma complicação pós-operatória ocorrida após a extração dentária, em especial a retirada de terceiros molares.

O seu principal sintoma é a dor, que pode ir de leve a intensa, originada da perda de um coágulo mal formado, o que deixa as terminações nervosas alveolares expostas.

Por causa dessa não formação do coágulo, as paredes ósseas acabam ficando desprotegidas na cavidade oral, e a cicatrização não ocorre normalmente o que acaba gerando inflamação da gengiva.

Vamos entender melhor o que é alveolite, quais são as suas causas, sintomas e como tratá-
la.

O que é alveolite?

Alveolite maxilar é a inflamação do alvéolo, ou seja, da porção do osso onde o dente está
fixado. O problema surge entre o segundo e terceiro dia após a exodontia, extração
dentária, e provoca além de dor, dificuldades na alimentação.

Tudo acontece devido a cicatrização inadequada.

Tal distúrbio pode ocorrer tanto na arcada superior como inferior, podendo afetar qualquer
dente da boca.

Devemos diferenciá-lo em dois tipos principais.

Alveolite seca

A alveolite é considerada do tipo seca quando o osso e as terminações nervosas encontram-se expostos na cavidade oral, o que provoca um grande desconforto, que pode ainda ser irradiado ao rosto, pescoço e ao ouvido.

Esse é o caso mais comum.

Alveolite purulenta

A marca da alveolite purulenta, bem como o próprio nome nos leva a pensar, é a produção de pus e sangramento.

Tais reações são resposta do corpo a corpos estranhos no interior do alvéolo.

Geralmente nesses casos aparece além da dor, mau cheiro.

Causas

Conforme vimos até aqui, a principal causa da alveolite maxilar é a má cicatrização após a extração dentária.
Mas, por que será que isso acontece?

Veja abaixo alguns fatores que favorecem o quadro.

● Má higiene oral, em especial após cirurgias
● Traumas inerentes da extração de um dente
● Tipo de anestesia utilizado
● Infecções adjacentes
● Tabagismo
● Falha na assepsia
● Doenças sistêmicas como a diabetes mellitus, por exemplo

Sintomas de alveolite

Será que além da dor, existem outros sintomas?

Sim. Por se tratar de um quadro de inflamação, podemos notar alguns outros sinais típicos.

Geralmente o paciente começa a apresentar um forte desconforto na região do dente retirado de 2 a 3 dias após a cirurgia. Com o passar do tempo, o sintoma vai se tornando mais intenso, distribuindo-se para outras áreas.

Mais tarde, aparece um pequeno edema no lado da face acometido e um eventual aumento da temperatura corporal.

Tais sintomas acabam produzindo um mal-estar sistêmico e deixando o paciente parcialmente debilitado.

A halitose é um problema comum nas alveolites purulentas. Além disso, a presença de um
líquido esbranquiçado marca esses casos.

Por último, devemos citar ainda algumas alterações gengivais marcantes. A gengiva próxima a área de alveolite maxilar aparece vermelha, inchada e sensível ao toque.

Como é feito o tratamento

Diante dos sintomas citados, não deixe de procurar ajuda especializada. O tratamento deve ser iniciado o quanto antes.

Para aliviar a dor, você pode usar uma compressa de gelo, sempre evitando contato direto entre o gelo e a pele para prevenir queimaduras. Bochechos com água e sal também
costumam ajudar.

Na maioria das vezes é indicado o uso de medicamentos anti-inflamatórios e antibióticos, além da higienização feita pelo dentista.

É muito importante que o paciente continue fazendo a higiene bucal em casa e complementando a escovação com enxaguantes.

Se a dor for intensa, o uso de anestésicos pode ser recomendado.

Todo o tratamento deve ser conduzido pelo especialista e, quando seguido de maneira correta, apresenta ótimos prognósticos.

Para agendar uma consulta, basta entrar em contato. Temos uma equipe de especialistas a sua disposição.

Alveolite maxilar

13 Comentários

  1. Janeide

    Fiz umas extrações,a primeira sarou rápido,a segunda extração foi usado broca,(a doutora falou?.
    Si que ficou doendo muito,os pontos foram tirados em duas vezes:uma foi com doutora da clínica,o outro na emergência..
    As dores constantes,irradiante pra o ouvido ,rosto e outros dentes na parte inferior,a doutora queria abrir toda minha gengiva uma cirurgia,eu não aceitei,pois estou fraca com tantos remédios antibiótico que tomei para sarar .
    Mostrei a ela tudo que estava acontecendo,tem um osso com ponta fora da gengiva e fura, perguntei se era isso que ela tinha deixado,ela falou que não.
    Era pra fazer prótese mas não aguento o matéria que tira o molde ,dói muito.
    Agora estou com dores,já tive febre,e ainda dou, não aguento nem a língua.
    Que vcs podem mim orientar?

    Responder
    • Dilza costa

      Tenho muita dor submandibular do ouvido D até o queixo. Dor continua, formigamento em língua do mesmo lado. Fiz descompressão Neuro vascular para nevralgia do trigêmeo com incisão retroauricular do mesmo lado
      Melhorou as dores da nevralgia do mesmo lado, mas continuo com essa dor neurótica???
      Sempre relaciono essa dor com uma tentativa de tratamento de canal do penúltimo dente a D. Já fui em 15dentistas e não aguento mais
      ICQ me sugere?
      Obrigada

      Responder
      • rodney capp

        Sugiro procurar o setor de DOR de diversos hospitais para constatar a causa do problema e resolver isto da melhor forma.

        Responder
        • Letícia Silva

          Olá boa noite, fiz uma extração de dois dente do siso hoje, cerca de 2 ou 3 horas depois da cirurgia, vi um coagulo pendurado nos pontos que depois caiu, tenho chanches de desenvolver alveolite? Ou como foi logo após e continuou sangrando, outro já foi feito.

          Responder
          • rodney capp

            Sim, existe, a alveolite é a inflamação do alvéolo, ou seja, o local onde o dente estava, e se nào cuidado da melhor forma possível, ele pode trazer dores e infecções, por isso da importância dos cuidados pós-operatórios.

          • Ana Santos

            Boa tarde! Fez ontem uma semana que arranquei um molar com uma raiz infectada e coloquei um implante dentário só que desde terça feira á noite é que comecei a sentir mais dores que apanha me o ouvido desse lado. O antibiótico terminou esta quinta feira e estou tomando o Brufen 400 desde terça feira mas só tenho tomado á noite será que tenho de tomar mesmo 3 vezes por dia para fazer melhor efeito? Se sim por quantos mais dias posso tomar Brufen? Pode ajudar me se faz favor!

          • rodney capp

            Olá!!! Neste caso se tinha uma infecção e foi colocado implante, PODE ser que tenha infecção ainda, para se ter certeza precisaria passar em avaliação com o cirurgião que operou, e ele vai determinar a melhor conduta!

  2. Vinícius Cardoso de arruda

    Extrai um dente segunda a tarde ehoje e sexta a noite agora a noite senti o local da extração que foi o primeiro molar não tá doendo mas baixou e tá criando aparecia de ferida e avelite

    Responder
    • rodney capp

      Neste caso precisaria ver o quanto antes, porque pode ser uma alveolite SIM!

      Responder
  3. Sarah Rios das Neves

    Olá 15 dias que fiz a extração de 2 siso e ainda sinto dor,com 7 dias o médico limpo o local prescreveu amoxilina por mas 7 dias mas ainda sinto dores?já fiz a panoramica e o Dentista disse que está tudo ok,e pq ainda sinto doer?me ajude Dr!

    Responder
    • rodney capp

      Olá! Precisaria ver, pois isto pode ser algumas coisas:
      – Infecção por acúmulo de alimento, SE sentir gosto ruim ou tiver secreção, tratamento seria de remover a sujeira de maneira mecânica ou lavagem ou ate mesmo cirurgica por curetagem;
      – Pode ser OSTEOMIELITE SECA, devido a alguns casos na hora de remover o dente afeta a circulação sanguínea e aí fica SEM vascularização, e consequentemente gera dores, para este caso teria de promover o sangramento por uma curetagem cirurgica;
      – OSTEMIELITE ÚMIDA, menso provável pro seu caso, mas não descartável, pode-se ter alguns pedaços de osso/dente inseridos dentro da região que tinha o dente do siso que precisam ser removidos;

      Espero ter ajudado! E melhoras

      Responder
  4. Leticia

    Qual e o melhor tratamento paar alveolite seca depois da curetagem? Seria amoxilina ou metronidazol? E para dor?

    Responder
    • rodney capp

      Recomendo o uso de cefalosporina de primeira geração, tipo cefadroxila, este age como bactericida, ou seja, elimina bactérias, tem melhor posologia e espectro de ação mais amplo que a amoxicilina, já o metronidazol, bacteriostático, ou seja inibe a bactéria de crescer, é recomendado para bactérias anaeróbias, coisa que não seria o caso da alveolite seca, uma vez que ela TEM contato com o oxigênio e as bactérias que lá estão são aeróbios facultativos em sua maioria/totalidade, além do mais a cefadroxila tem menor taxa de efeitos colaterais que o metronidazol

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts

Parestesia tem Cura?

Parestesia tem Cura?

Você já se perguntou se a parestesia, aquela sensação de formigamento, dormência ou queimação em partes do corpo, tem cura? A boa notícia é que, na maioria dos casos, a parestesia é temporária e pode ser tratada com sucesso.