Mitos e verdades na anestesia geral

por abr 26, 2021Cirurgia Ortognática10 Comentários

Muitas pessoas ainda sentem medo quando o assunto é anestesia geral. Por isso, resolvemos desmistificar algumas questões famosas sobre o procedimento. 

Conheça alguns mitos e verdades sobre a anestesia geral e descubra no que você pode acreditar. 

Sedação e anestesia são a mesma coisa

Falso. A sedação é uma técnica realizada com o uso de fármacos com potencial tranquilizante, provocando um estado de sonolência, e assim, permitindo a realização de procedimentos mais invasivos. O paciente mantém a capacidade de respirar sozinho e é despertado rapidamente. 

No caso da anestesia geral, a pessoa é levada a um estado de total inconsciência, ficando até incapaz de respirar espontaneamente, sendo necessário o uso de um ventilador. 

É necessário realizar uma consulta com anestesiologista antes da anestesia geral

Verdade. O risco associado ao procedimento requer uma consulta prévia com o especialista, além de um acompanhamento durante a cirurgia. 

Na consulta inicial é avaliada a história clínica do paciente, antecedentes cirúrgicos e experiências prévias com anestesias. Também é feita uma revisão da medicação habitual e um exame físico voltado para a via aérea. 

Se necessário o anestesiologista pode ainda requerer a participação de outras especialidades. Normalmente, é pedida uma avaliação cardiopulmonar.

A anestesia geral é perigosa e os medicamentos anestésicos não são seguros

Mito. Embora muitas pessoas acreditem nisso e por isso tenham muito medo da anestesia geral, não se trata de um procedimento perigoso. Inclusive, a anestesiologia é considerada uma das especialidades médicas mais seguras. 

Atualmente, temos à disposição fármacos extensamente testados e aplicados de maneira personalizada para cada paciente. Além disso, todo o procedimento é acompanhado por uma rigorosa monitoração das funções vitais do indivíduo. 

Alguns medicamentos podem interagir com os anestésicos no momento da cirurgia

Verdade. Alguns medicamentos reagem aos fármacos anestésicos, o que pode interferir nas condições da cirurgia e aumentar o risco de complicações. Como exemplos, podemos citar as benzodiazepinas, que podem alterar o efeito e a duração da anestesia geral, e os antidiabéticos orais, que interferem no jejum pré-operatório, abaixando os níveis de glicemia. 

Mas não se preocupe, é por isso que acontece a consulta de avaliação pré-anestésica. Neste momento, você deve informar ao especialista a medicação que toma habitualmente e seguir todas as suas orientações. 

Anestesia geral causa paralisia 

Mito. O principal medo da maioria das pessoas não passa de um mito. Embora haja algum risco de complicações graves por erros técnicos, raramente a anestesia irá causar paralisia. 

Para evitar qualquer problema, recomendamos que procure um profissional experiente e de confiança. 

A anestesia pode causar enjoo e tontura 

Verdade. Enjoo e tontura são sintomas comuns após a aplicação de anestesia geral. Isso acontece simplesmente pela sensibilidade de algumas pessoas aos fármacos utilizados.

Em todo caso, não são motivos para se preocupar. O médico estará acompanhando o seu quadro e, se necessário, orientando quanto ao uso de alguns remédios que podem ajudá-lo a se sentir melhor. 


Leia também: Por que não ter medo da cirurgia ortognática?

Mitos e verdades na anestesia geral

10 Comentários

  1. Patrícia Santana

    Que tipo de anestesia e que tipo de cirurgia e ultilizado , para fratura na t12 por compressão

    Responder
  2. Sônia mendonça

    Qual o risco de choque anafilático com a analgesia geral?

    Responder
    • rodney capp

      O choque é mínimo, pois teria de fazer um questionamento sobre a saúde do paciente, verificando alergias a comidas e medicamentos, e se houver duvidas, PEDE-se exames complementares para confirmar ou não o POTENCIAL alérgeno;
      E se com tudo isso mesmo assim acontecer, dentro do hospital tem como contornar essa situação, MUITO mais seguro que dentro de consultório ou clinica.

      Responder
      • Regina Pereira

        Vou passar por cirurgia na mandíbula para remover granuloma de células gigantes caroço no osso da mandíbula tenho refluxo na válvula mitral leve e alérgica ao planilha e diabetes posso tomar anestesia geral?

        Responder
        • rodney capp

          Se seus exames estiverem bons!

          Se passou por avaliação com o cardiologista, clinico geral ou endocrinologista e ANESTESISTA, e TODOS liberaram, pode sim, caso algum desses tenha contra-indicado o procedimento, precisaria fazer os exames necessários para depois obter a liberação para realizar o procedimento!

          Responder
  3. maura

    vou tirar cateter port a carth vou tomar sedaçao tenho 72 anos fiz quimiterapia pode dar poblema

    Responder
    • rodney capp

      Pode sim, precisaria avaliar o caso.

      Responder
  4. maura

    pessoa com enfisema pode tomar sedaçao pra tirar cateter porth a carth

    Responder
    • rodney capp

      Sorry, i only know one, from PNWOMS!

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts

Parestesia tem Cura?

Parestesia tem Cura?

Você já se perguntou se a parestesia, aquela sensação de formigamento, dormência ou queimação em partes do corpo, tem cura? A boa notícia é que, na maioria dos casos, a parestesia é temporária e pode ser tratada com sucesso.