Seu nariz mudou após a cirurgia ortognática? Entenda o motivo e as possíveis soluções!

por abr 11, 2022Cirurgia Ortognática23 Comentários

A cirurgia ortognática é um procedimento para corrigir alterações de crescimento dos maxilares, conhecidas como anomalias dentofaciais. Porém, esse tipo de cirurgia acaba interferindo em outros locais da face, alterando tamanho, formato e , até mesmo, a funcionalidade.

De todas as regiões do rosto, uma das áreas mais afetadas é o nariz, devido ao deslocamento da parte superior do maxilar. Após o procedimento podem haver algumas alterações na região nasal, mas não se assuste.

Hoje você vai entender melhor sobre essa possível consequência da cirurgia ortognática, porque isso acontece e como resolver este problema. Continue a leitura.

O que é cirurgia ortognática?


A cirurgia ortognática consiste em uma técnica utilizada para corrigir problemas na região maxilar, conhecidos como deformidades dentofaciais. Elas podem ocasionar distúrbios na mordida do paciente e alterações nas articulações, influenciando, inclusive, na respiração.

Além disso, o procedimento é utilizado como um aliado da estética facial, já que auxilia na correção de condições que causam desarmonia facial, como por exemplo, o retrognatismo e o macrognatismo. Nestes casos, a ortognática pode ser definida como uma cirurgia estético-funcional.

Classes da cirurgia ortognática

A cirurgia ortognática é dividida em três grupos: classe I, classe II e classe III. Confira as peculiaridades de cada uma delas abaixo:

Classe I


Se enquadram aqui os pacientes que possuem os dentes e a mordida corretamente posicionados, mesmo que existam pequenas deformidades nos ossos faciais. A indicação cirúrgica se dá ao fato de que essas pequenas deformidades podem prejudicar a respiração do paciente, por exemplo.

Classe II

Os pacientes deste grupo têm a mandíbula inferior menor que a maxila (parte superior) ou pouco desenvolvida.

Caracterizados pela aparência de “queixo pequeno” ou “queixo para trás”, os pacientes podem ter sofrido um pequeno crescimento horizontal da mandíbula em que não ocorreu o desenvolvimento correto do mento.

Classe III


Caracteriza-se pelo macrognatismo ou prognatismo da mandíbula (parte inferior), onde esta parte é maior que a maxila (parte superior), dando a aparência de mandíbula e queixo grande, ou popularmente conhecido como ‘queixo para frente’. 

Neste caso, pode ser resultante de um grande crescimento horizontal da mandíbula, onde a região do mento tem um aumento exponencial.

Em qualquer que seja a classe em que o paciente se enquadra, o acompanhamento com um cirurgião bucomaxilofacial é de extrema importância, pois ele realizará análises minuciosas do paciente a fim de entender suas particularidades e indicar o melhor tratamento.


Como é feita a cirurgia ortognática

É necessário realizar o acompanhamento com o cirurgião bucomaxilo responsável. Em muitos casos pode ser necessário que seja feito o uso de aparelho ortodôntico por, pelo menos, dois anos para que a posição dos dentes seja corrigida em função da estrutura óssea.

Após esse período, o profissional avalia novamente para entender a situação dos seus dentes e fazer uma projeção do resultado, incluindo a parte estética. Antes de realizar sua cirurgia ortognática, é importante seguir alguns passos, para evitar os impactos, que podem ser bruscos, da cirurgia. 

Por fim, o procedimento cirúrgico é realizado após aplicação de anestesia geral no paciente, que deverá ser internado de 24 a 48 horas antes da realização da cirurgia. Além disso, é indicado que o indivíduo faça um repouso de 21 a 30 dias, caso seu trabalho não envolva atividades físicas. 

Durante o procedimento, o médico realiza todas as etapas intraoralmente, soltando o maxilar e fixando-o novamente através de parafusos e placas de titânio.


Motivos para a alteração do nariz


Como dito acima, durante a cirurgia ortognática o maxilar do paciente é solto, gerando grandes impactos nas estruturas orofaciais. Essa interferência acaba afetando os tecidos moles que compõem a face e, quando desalinhados, interferem na simetria facial. 

A base cartilaginosa do nariz, apoiada sobre o osso maxilar superior, é a mais afetada pelo reposicionamento. As mudanças afetam ainda a posição do lábio superior e outras regiões do terço médio facial.

Como resolver a situação de seu nariz

É normal que o nariz fique congestionado após a realização da cirurgia ortognática. Isso acontece pois, ao mexer na região da maxila, alguns coágulos ficam presos nas vias aéreas superiores, causando essa sensação de nariz entupido e resultando em uma voz anasalada.

Não é indicado que você assoe o nariz por um período de cerca de 14 dias após a realização da cirurgia, pois o ato de assoar pode provocar a entrada de ar no local da cirurgia, dando a sensação de um rosto inchado, o que não ocorre de fato.

Você pode optar pela utilização de spray nasal ou um descongestionante nasal, que ajudam a aliviar essa pressão na região do nariz. Caso esse problema esteja te atrapalhando muito, você pode pressionar levemente a região do osso zigomático (“maçãs” da bochecha) e assoar devagar o nariz embaixo do chuveiro.

Em caso de dúvidas, retorne ao seu cirurgião bucomaxilo para que ele lhe indique o melhor tratamento e auxilie na melhora das funções de suas vias nasais.

Conclusão

Antes de realizar a cirurgia ortognática, consulte um profissional qualificado e que realize todas as etapas corretamente. Assim, as chances de enfrentar problemas no pós-operatório diminuem consideravelmente.

Nós da RR Medicina e Odontologia somos especialistas em cirurgia ortognática e estamos prontos para te ajudar neste processo. 

Nos siga nas nossas redes sociais e acompanhe o nosso blog para ficar por dentro de diversos assuntos relacionados à cirurgia ortognática e à odontologia, de forma geral.

Principais características da cirurgia ortognática

23 Comentários

  1. Claudeci Freitas

    Fiz ortognática há 26 dias, eu era classe 3. Meu rosto segue inchado, faço fisioterapia com uma excelente profissional especialista na área, ela tem me deixado super confortável com minha situação, como eu fiquei com o rosto todo dormente após a cirurgia, ela me informou que não vai voltar 100% da minha sensibilidade nos lábios. Porém vi relatos de outras pessoas que tbm fizeram inclusive a minha fisio e não tem a sensibilidade 100% dos lábios, uns menos, outros mais, porém não como antes.

    Responder
      • Ligia Maria Martins Meireles.

        Sou Ligia de Minas Gerais, fiz a cirurgia ortognatica em 2019 e sou tipo 3, gostaria de interagir com pessoas com o mesmo caso para troca de experiências e conhecer casos semelhantes ao meu e como ficaram após a cirurgia.

        Responder
        • rodney capp

          Claro, os casos de classe III são os mais comuns quando comparados ao II, e as pessoas que MAIS sentem diferença no rosto, seja na parte estética ou funcional, para isto veja se uma pessoa class III consegue roer uma unha? Não dá, mas a classe II consegue!
          Quando a pessoa se torna classe I, que é o IDEAL ela sente muita diferença em AMBOS os casos (II e III), ganha uma boca NOVa, junto ao rosto, enfim, somos apaixonados por este assunto!!!

          Responder
        • Camilq

          Ooii.. depois da recuperação, seu nariz desinchou ??

          Responder
    • Caroline

      Eu realizei a minha cirurgia ortognatica a aproximadamente 5 anos, eu era classe 2 e fiz procedimento na mandíbula e maxila. Eu tenho 100% de sensibilidade em todo o rosto e boca e voltou após uns 3 anos, eu tomei uma vitamina na época para restabelecer os nervos, veja com o seu cirurgião o mais indicado e tenha paciência.

      Responder
      • Sandra Maria da Silva

        Me chamo Sandra e fiz a cirurgia ortognática (classe 2) há 3 semanas e estou inchada ainda. A parestesia ainda está quase que totalmente em meu rosto.
        O pior de tudo é o entupimento nasal. Tem dias está ruim, outros péssimos como hoje, totalmente entupido. Mesmo lavando com soro fisiológico várias vezes e usando spray nasais, não está sendo fácil.
        A boca ferida por causa dos ganchos do aparelho ortodôntico também incomoda muito.

        Responder
        • rodney capp

          Vamos por partes Sra. Sandra;

          – Parestesia: ela acontece na maioria dos casos, que se resolve automaticamente, ou eventualmente com o uso de terapia auxiliares;
          – Entupimento nasal: Para estes casos precisa descobrir o porque do entupimento, se é por acúmulo de secreção/sangue, devido a algum problema na passagem do ar, por desvio de septo, rinite, enfim diversos fatores;
          – Boca ferida: se for por conta dos GANCHOS ortodônticos, eles SÃO horríveis realmente, tanto que hoje estão em desuso pois temos alternativas mais confortáveis aos pacientes;

          A sugestão para estes casos seria conversar com o cirurgião que te operou e serve para dar maiores informações do que fazer nestes casos;

          Responder
        • Bela

          Nossa! Fiz há uma semana e ê real muito ruim essas coisas com o nariz. Para mim, logo após a cirurgia e agora o pós, e a única coisa que está me deixando maluca, essa sensação de entupimentos do nariz.
          Como você está, agora?? Eu também era classe 2

          Responder
          • rodney capp

            Para estes casos seria interesante hidratar a mucosa do nariz com soro ou até com inalações! isto ajuda a dissolver eventuais crostas de sangue que se formaram devido a cirurgia Ortognática!!!

    • Luciana

      Bom dia passei por duas cirurgias ortognaticas que deram problemas na respiração respiro somente pela boca.
      Meus lábios não fecham mais fiquei pior com as cirurgias, meu nariz ficou muito torto preciso refazer a cirurgia e junto uma Rinosseptoplastia

      Responder
      • rodney capp

        Neste caso, deveríamos pensar sempre na parte funcional e estética, pois a boca foi feita para mastigar e da maneira correta! Pois agora em respiração o pós-operatório é mais chatinho…

        Responder
  2. Patrícia Cristina da Cruz

    Eu fiz a cirurgia a 55 dias era classe dois meu nariz mudou porém tem aparenta está torto por causa dos buracos do nariz ficou mas estreito outro mas largo , o mas largo e q estava o tubo respiratório volta ao norma?? Estou com parestesia em toda maxila lábio superior, a sensação q está tudo amarrado e se sorri repica as laterais do nariz e doi choques e agulhas. São constante no rosto fora a uma coceira enorme

    Responder
    • rodney capp

      Olá! como vai?
      Com relação ao nariz: Nestes casos precisaria analisar as fotos de antes e depois para confirmar o que acontece, PODE ser que em alguns casos ele entorta devido ao EDEMA, mas a ser avaliado;
      Parestesia: precisa fazer algumas terapias, entre elas a fisioterapia/acupuntura, eletroacupuntura e medicamentos apare recompor a fibra nervosa;
      Sensação de amarrado: essa é uma sensação que o músculo fica preso, causando uma FIBROSE muscular, sendo o tratamento a liberação da musculatura, pela fisioterapia/fonoaudiologia;

      Mas o mais importante é sempre consultar seu cirurgião e verificar o que ele recomenda, esse é um protocolo que usamos na clínica para estas situações;

      Responder
      • Jani

        É normal o nariz demorar pra desinchar?O meu está torto,inchado e com parestesia,nove dias da cirurgia.

        Responder
        • rodney capp

          Pode acontecer sim, pois o rosto fica mais inchado de um lado que do outro, e aí parece estar torto!

          Além disto a parestesia pode demorar a passar, ou em alguns casos pode se tornar definitiva!

          Por fim, converse com o cirurgião assistente que ele irá explicar melhor sobre estas dúvidas!

          Responder
        • Maria Jorge Teixeira Albuquerque Gaspar

          Ola, como esta?

          Chamo me Maria Jorge,
          Vivo na Dinamarca e a minha irma tambem. Estou a entrar e. Contacto consigo, porque os medicos daqui nao sao claros, quando lhes fazemos pergintas.

          Eu terei que fazer cirurgia dupla, maxilar e mandibula.
          A minha irma fez a cirurgia a mandibula em setembro de 2022, ou seja ha mais de u. Ano e ficou com o nariz grande e mais largo de um lado, o labio superior perdeu o formato original ou seja ficou muito mais fino,
          O espaco entre o labio superior e o nariz aumentou e as bochechas do rosto estao mais inchadas. Ela tem dores no nariz que se estende pelo rosto, tem dores de cabeca e o saco lacrimal continua a nao estar bom, esta sempre com lagrimas a sair dos olhos. Gostaria de perguntar a si, o que ela pode d
          fazer para melhorar a condicao dela?

          Muito obrigada pela sua atencao

          Maria Jorge

          Responder
          • rodney capp

            Então, em alguns casos de cirurgia ortográfica temos avaliar esta situação, mas para estas situações são recomendados alguns procedimentos APÓS avaliação presencial/teleconsulta;

            – Alargamento do nariz, Encurtamento de lábio, o rosto com formato alterado – Poderia pensar em procedimento cosmético para melhorar esta situação, seja com preenchedores, próteses faciais implantáveis, enfim, diversos casos;
            – A sensibilidade: esta pode ser por conta da cicatrização e/ou reação ao material de fixação, o que pode alterar a sensibilidade, a solução seria acompanhar o pós-operatório e verificar se com o tempo aquilo melhora/ameniza ou se teria de remover o material de fixação;

          • Maria Jorge Teixeira Albuquerque Gaspar

            Ola Roney

            Quero muito agradecer a sua resposta.

            Atenciosamente

  3. Polliana Soares Ribeiro de Sousa

    Olá tenho apenas 8 dias de PO. Notei que os pontinhos da aba do nariz ainda estão abertos. Não parece inflamado. Mas achava que já era para estar cicatrizado.

    Responder
    • rodney capp

      Isto PODE acontecer de inflamar, recomendamos que volte com o cirurgião que te operou para ele avaliar certinho o que está acontecendo, e aí tomar as condutas devidas!

      Responder
      • Maria Jorge

        Muito obrigada Rodney pela sua atencao.

        Atenciosamente

        Responder
        • rodney capp

          MAgina! Precisando, estamos a disposição!

          Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts

Parestesia tem Cura?

Parestesia tem Cura?

Você já se perguntou se a parestesia, aquela sensação de formigamento, dormência ou queimação em partes do corpo, tem cura? A boa notícia é que, na maioria dos casos, a parestesia é temporária e pode ser tratada com sucesso.