Má oclusão dentária: o que é e como tratar?

por dez 18, 2020Cirurgia Ortognática, Problemas Bucais4 Comentários

A má oclusão dentária é um problema comum nos consultórios odontológicos. Embora nem sempre se trate de um distúrbio complexo, o seu tratamento é essencial, já que dependendo da alteração, ela pode afetar diversos componentes do sistema mastigatório: dentes, gengivas, sistema neuromuscular, articulações temporomandibulares e esqueleto craniofacial.

Como identificar a má oclusão? Quais são os tratamentos e os riscos? Essas e outras perguntas serão respondidas ao longo deste artigo. Continue a leitura para descobrir!

O que é a má oclusão dentária?

Falar em oclusão é falar sobre como os dentes se alinham uns aos outros. A má oclusão é a condição na qual não há alinhamento, ou seja, a arcada superior e inferior não se encaixam de maneira adequada, muitas vezes devido a uma anormalidade do crescimento ósseo da face.

Embora a estética da face seja a consequência mais visível do problema, as possíveis complicações funcionais causadas são mais preocupantes. 

Você sabia que o alinhamento dos seus dentes interfere na sua mastigação e na força que você usa para mastigar? Além disso, também é importante para a fonética e até mesmo para a respiração. 

A longo prazo, a má oclusão dentária pode causar desgaste anormal dos dentes, levando a fraturas e até a perda de elementos. 

Tipos de má oclusão dentária

A má oclusão dentária pode ser classificada de acordo com a característica do desalinhamento: 

Sagitais

Quando o desvio se dá na linha horizontal, uma das arcadas está deslocada para frente ou para trás. 

Verticais

São mais conhecidos como mordida aberta ou profunda. A mordida aberta ocorre quando os dentes não se encontram mesmo quando a boca está fechada. Já a profunda é o oposto, há um encaixe exagerado entre as arcadas.

Transversais

A má oclusão do tipo transversal acontece quando os dentes superiores se encaixam por dentro dos inferiores, ou seja, o inverso do padrão ideal. O quadro é popularmente conhecido como mordida cruzada. 

Sinais de uma má oclusão dentária

Além das alterações estéticas facilmente perceptíveis na maioria dos casos de má oclusão dentária, outros sintomas demarcam o problema, são eles: 

  • Dificuldade para mastigar; 
  • Desconfortos para falar;
  • Falta de encaixe entre os maxilares;
  • Dores na cabeça;
  • Má postura e problemas na coluna;
  • Mudança na harmonia estética da face;
  • Problemas e dores na ATM;
  • Dentes desgastados, expostos ou sensíveis.

Como tratar?

Existem diversas opções de tratamento para a má oclusão dentária. Cada caso deve ser avaliado cuidadosamente pelo especialista, que irá recomendar a melhor opção terapêutica considerando a condição do seu paciente. 

Cirurgia ortognática

O cirurgião bucomaxilofacial é o responsável por corrigir anormalidade no desenvolvimento ósseo da face através do procedimento conhecido como cirurgia ortognática

Ortodontia

O objetivo da ortodontia é realocar os dentes, realinhando-os de maneira adequada. É indicado para corrigir a má oclusão consolidada. 

Recontorno dos dentes

Este tratamento consiste em uma mudança no comprimento, na forma e na superfície dos dentes visando sua adequação a um alinhamento correto. Geralmente é a opção escolhida quando há algum dente torcido, ou com ponta demasiado pontiaguda. 

Facetas dentárias

O objetivo das facetas é melhorar a cor e a forma dos dentes, por isso, podem ser utilizadas para correção da má oclusão dentária mais branda. Elas são uma ótima alternativa para casos onde o palato e a mandíbula são estreitos.

Para saber mais sobre a condição ou realizar o seu tratamento, agende uma consulta!

Má oclusão dentária

4 Comentários

  1. José Segundo Filho

    Como tratar a má oclusão dental na falta de alguns dentes se no momento não se dispõe de suporte financeiro para fazer esse procedimento?

    Responder
      • Naamá Pazos Rego

        Tenho sofrido muito. Eu choro com dores, só tenho 20 dentes e de uns tempos para cá nem comigo me.alimentar… mas como fazer um tratamento desse sem dinheiro??? Não tenho recursos financeiros para isso.

        Responder
        • rodney capp

          PAra estes casos temos duas opções, ou tentaria pelo SUS, o que pode demorar ou até mesmo pode não ser viável a realização do mesmo, OU
          Fazer uma economia de dinheiro de forma a poder realizar o tratamento, porém para isto teria de talvez abdicar por algum tempo de algo que gosta de fazer, uma outra opção seria realizar um possível empréstimo para realizar o mesmo, enfim, aqui são sugestões para a solução deste caso

          Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais posts

Parestesia tem Cura?

Parestesia tem Cura?

Você já se perguntou se a parestesia, aquela sensação de formigamento, dormência ou queimação em partes do corpo, tem cura? A boa notícia é que, na maioria dos casos, a parestesia é temporária e pode ser tratada com sucesso.